(EUA) Teads se junta à Moat para ajudar clientes a ampliar viewability

Teads se junta à Moat para ajudar clientes a ampliar viewability
Parceria contribui para reforçar a posição da Teads como líder em viewability na publicidade em vídeo
Nova York, 7 de outubro de 2015: A Teads, inventora da publicidade em vídeo outstream e plataforma global de monetização para publishers, anunciou hoje parceria com a Moat, empresa de análises SaaS focada na construção de produtos para anunciantes e publishers premium, com o objetivo de fornecer análises de viewability e audibilidade mais aprofundadas, e em tempo real, para campanhas publicitárias em vídeo.

Há tempos a Teads apoia uma nova norma de viewability com seus formatos em vídeo outstream, que são simples de usar e permitem uma publicidade com maior número de visualizações e eficiente em qualquer dispositivo. Por meio da parceria com a Moat, a Teads poderá fornecer um nível ainda maior de transparência aos clientes, ajudando-os a visualizar o desempenho real de seus formatos focados em viewability.

“A Teads está encabeçando a luta pela demanda de melhores normas de viewability, como a indústria merece”, afirma Bertrand Quesada, CEO da Teads. “Nossa parceria com a Moat valida definitivamente nossos formatos outstream, que têm ajudado publishers e marcas de todo o mundo a alcançar melhores resultados na publicidade em vídeo. Estamos ansiosos por trabalhar próximos à Moat e por fornecer aos nossos clientes uma visão mais profunda sobre o desempenho de suas campanhas.”

A Moat construiu um painel personalizado para a Teads exibir os vídeos já concluídos. Os vídeos da Teads alcançaram desempenho incrivelmente alto sob as métricas de viewability e a atenção da Moat, obtendo quase o dobro da pontuação que consta em suas normas.

“Cremos que viewability é a base da publicidade digital e representa apenas o ponto inicial de uma conversa mais ampla sobre como as pessoas prestam atenção aos anúncios online”, diz Jonah Goodhart, CEO e co-fundador da Moat. “Estamos felizes com essa parceria e esperamos ajudar a Teads a medir e relatar de forma ainda mais completa o desempenho que estão gerando para seus clientes ao redor do globo.”

Sobre a Teads
A Teads, fundada em 2011, é a inventora da publicidade em vídeo outstream e uma plataforma de monetização global para anunciantes. Publishers trabalham com a Teads para criar novos inventários em vídeo e gerenciar o inventário existente, monetizando-o através de compras programáticas, suas próprias equipes de vendas ou terceiros.

As soluções de publicidade em vídeo outstream da Teads abrangem uma série de formatos inseridos profundamente em conteúdos de mídia, como o inRead, sendo reproduzido dentro de matérias. Ela está revolucionando o mercado de publicidade em vídeo ao criar níveis de inventário de ponta sem precedentes.

Marcas e agências podem acessar este inventário premium de alto nível, disponível na internet e em dispositivos móveis, por meio de serviços programáticos e gerenciados. Com este último, a equipe da Teads age em nome de seus clientes usando a plataforma.

A Teads possui um grupo de mais de 400 funcionários, 100 dos quais na equipe de inovação, em mais de 26 escritórios em 18 países.

Sobre a Moat
A Moat é uma empresa de análises de SaaS baseada em Nova York e focada na construção de produtos para anunciantes e publishers premium. Suas soluções incluem o Moat Analytics, uma plataforma de medição de atenção que fornece análises e estudos mais aprofundados sobre campanhas publicitárias e inventários de websites para publishers e anunciantes, e o Moat Pro, uma plataforma de inteligência em tempo real para publicitários, publishers e agências. A Moat é a primeira empresa a ser certificada pelo Media Rating Council (MRC) por suas medições de impressões de anúncios visualizáveis tanto em telas online quanto em vídeo. A empresa foi fundada por Jonah Goodhart e Michael Walrath. Os empreendedores foram parceiros anteriormente no lançamento da Right Media, adquirida pela Yahoo! em 2007. Para mais informações visite http://www.moat.com.

Faça o download do comunicado para a imprensa

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn