The CDO World Tour: Jean-François Deschênes, Bombardier

jcd

Jean-François Deschênes, Diretor Digital (CDO) da Bombardier, foi entrevistado na turnê mundial do CDO esta semana. Com sede em Montreal, Canadá, e mais de 74.000 funcionários ao redor do mundo, a Bombardier é líder mundial na fabricação de aeronaves e trens.

 

Como CDO da Bombardier, Deschênes está desenvolvendo o HRIS, o Sistema de Informações de Recursos Humanos da empresa, que será usado por todos os seus funcionários. Antes de desenvolver o HRIS, Deschênes encarou o desafio de construir uma plataforma que poderia cumprir as normas das políticas específicas de cada país. Na Alemanha, por exemplo, as leis de privacidade de dados são muito rígidas, enquanto em outros países tais regulamentações são mais livres.

 

Deschênes explica que até o ano que vem sua grande realização será a revelação final do HRIS, que irá otimizar o poder das conferências em vídeo. Este recurso reduzirá o custo e energia atualmente investidos para transportar membros da empresa por todo o mundo para entrevistas de recrutamento. Hoje em dia, 30% de suas novas contratações são feitas através de smartphones e tablets, um fato que representa a rapidez da revolução móvel.

jcd

Mudando de assunto, Deschênes manifesta seu desejo de aprimorar a velocidade e agilidade na entrega de projetos. Agências e gerentes de projetos, ele explica, devem trabalhar juntos, criando a chamada “sala de guerra”. Deschênes crê que esta tática resolve 80% dos problemas apresentados à sua equipe.

 

Também é válido lembrar a forma com a qual a Bombardier permite e encoraja a opinião de indivíduos de fora da empresa. Deschênes forneceu o exemplo de um evento de crowdsourcing em Berlim no qual engenheiros, artistas e outros especialistas foram questionados sobre a transformação da experiência ferroviária tradicional. A Bombardier então citou estas ideias ao longo do seu processo de desenvolvimento de produto enquanto trabalhava para construir o trem ideal.

 

Na conclusão de sua entrevista, Deschênes descreveu como suas experiências anteriores ao trabalho na Bombardier continuam influenciando seu trabalho como Diretor Digital. Como ex diretor editorial de mídia impressa, ele aprendeu como contar uma história envolvente, e hoje afirma que “nunca usa apresentações em PowerPoint”. Ele crê que esta abordagem permite que funcionários ao redor do mundo conectem-se a ele em um nível pessoal e acolhedor. Apesar de a recusa de Deschênes em usar PowerPoint contrastar com outros palestrantes da turnê do CDO, a equipe da Teads acha que é isso que o torna interessante! Todos estes líderes do setor trazem ideias fascinantes que qualquer empresa, seja ela com 74.000 funcionários ou bem menor, pode considerar ao dar continuidade ao desenvolvimento de seus negócios.


Ingresse na discu
ssão no Twitter com #CDOWorldTour, e encontre nossas entrevistas anteriores no blog da Teads.

 

CDO WT 2015 – JF Deschênes, CDO & Global HRIS Director at Bombardier from Fast-Up Partners on Vimeo.

 

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn